6/01/18

João Semedo e António Arnaut propõem Lei de Bases da Saúde “mais democrática”

“Salvar o SNS – Uma nova Lei de Bases da Saúde para defender a Democracia” é o titulo do livro, lançado hoje, da autoria de António Arnaut e João Semedo. A Antiga Igreja do Convento de São Francisco foi pequena para a massa humana que assistiu à apresentação do livro, conduzida por D. Januário Torgal Ferreira e Manuel Alegre.

Com a ausência de António Arnaut, por motivo de doença, foi o antigo coordenador do Bloco de Esquerda (BE), João Semedo, que falou do livro e da necessidade de ultrapassar a crise em que a direita “mergulhou o Serviço Nacional de Saúde (SNS)”. Para isso, apresentam em conjunto uma proposta de lei de base que, na opinião de João Semedo, não é suficiente mas sem ela não é possível ultrapassar as “indisfarçáveis dificuldades” do SNS. O ex líder político defendeu, tal como Manuel Alegre, que o impulso deve ser dado pelos partidos de esquerda “a quem se exige um esforço para aproximar posições.”

Presente na cerimónia esteve o primeiro-ministro, António Costa, que aos jornalistas reconheceu a oportunidade para se abrir a discussão e considera o livro um contributo importante.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Já o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, remete a discussão para a Assembleia da República e expressa um desejo quanto à discussão em torno do SNS.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A apresentação do livro de António Arnaut e João Semedo serviu para uma interna de pediatria do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, no caso Inês Luz, apresentar um conjunto de problemas dos jovens médicos de Coimbra, como a desmotivação dos diretores de serviço para com a formação de médicos e a necessidade dos médicos portugueses emigrarem por falta de condições. A recetora foi a atual líder do BE, Catarina Martins, que sobre o livro apresentado assina por baixo e promete levar a proposta ao parlamento.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Discursaram ainda António Leal Lopes redactor da proposta de alteração à Lei de Bases da Saúde e Vasco Teixeira administrador da Porto Editora que editou o livro. O presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, recebeu as entidades oficiais e saudou todos os presentes. Coube ao filho de António Arnaut transmitir a António Costa uma mensagem do pai do SNS: “o meu pai espera e sabe que será cumprido que o PS saberá cumprir a sua obrigação histórica de defesa do SNS”, disse.

 

Ricardo Vaz Oliveira e Isabel Simões

4
23
21
0
GMT
GMT
+0000
2018-05-24T23:21:40+00:00
Thu, 24 May 2018 23:21:40 +0000