5/01/18

Elísio Estanque: “É de esperar um aumento do tom das reivindicações sindicais em 2018”

O Alvorada de sexta-feira (5) teve o comentário à atualidade noticiosa a cargo de Elísio Estanque, professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC) e investigador do Centro de Estudos Sociais (CES).

Elísio Estanque foi eleito para o Conselho Geral da Universidade de Coimbra (UC) em 2017. Sobre o passado ano na UC, o destacou a capacidade em gerir as carências financeiras colocadas à instituição pela redução do financiamento público. O professor relevou ainda a dinâmica crescente de internacionalização da universidade, tanto a nível do ensino como da investigação, que lhe tem granjeado grande projecção internacional. O comentador apontou, no entanto, um aspecto negativo ao ano da UC.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O ano de 2017 ficou também marcado pela crescente internacionalização do CES, em particular a obtenção de financiamento de 13 milhões de euros para o projecto URBiNAT | Urban Innovative and Inclusive Nature (projeto coordenado pelo CES que envolve intervenção em sete cidades europeias durante cinco anos). O investigador referiu o peso cada vez maior do financiamento internacional para a atividade do organismo. Para o comentador, os projectos do Centro de Estudos Sociais destacam-se pela forma como combinam a ciência e a intervenção cívica.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Elísio Estanque faz investigação na área das relações de trabalho e sindicalismo. Para o comentador, 2017 foi o último ano de paz nas relações entre os sindicatos e o governo. Nos últimos dois anos, o governo cumpriu as promessas e repôs um conjunto de cortes e medidas duras impostas durante o período de austeridade. Em 2018, com a retoma económica, Elísio Estanque espera uma subida no tom das reivindicações dos sindicatos.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Entrou esta semana em vigor a lei que prevê a paridade de género nas administrações das empresas públicas e privadas cotadas em bolsa. Para Elísio Estanque, continua a existir desequilíbrio salarial e de representatividade, tanto no campo profissional como político. O comentador considerou a nova lei um contributo importante na matéria de igualdade de género.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Durante o Alvorada ouviu-se também a rubrica Europa, da responsabilidade de Tomás Nogueira, hoje com a voz de Isabel Simões. O comentário pode ser ouvido na íntegra aqui.

António Calheiros

1
1
22
0
GMT
GMT
+0000
2018-05-21T01:22:10+00:00
Mon, 21 May 2018 01:22:10 +0000