13/12/17

APEB questiona valor das propinas que a UC cobra a Brasileiros

A Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros em Coimbra (APEB/Coimbra) promove esta tarde uma ação que pretende discutir as propinas pagas pelos estudantes Brasileiros. O encontro tem início às 18 horas na Universidade Aberta.

A presidente da APEB/Coimbra, Luciana Carmo em declarações à RUC revelou que a associação tem desenvolvido um conjunto de medidas e de ações que levam a esta reunião. Ao ser considerado estudante internacional, o aluno brasileiro paga sete vezes mais que um aluno português. O valor atual para o estudante internacional ronda os sete mil euros.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Segundo a análise da APEB a Universidade de Coimbra (UC) não cumpre o Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta entre a República Portuguesa e a República Federativa do Brasil, assinado em Porto Seguro em 22 de Abril de 2000.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Luciana Carmo declara que existe uma recomendação da Direcção-Geral do Ensino Superior que, se aplicada na UC ia permitir ao   estudante brasileiro ser equiparado ao estudante português e com isso ver diminuído o valor das propinas.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A dirigente da APEB/Coimbra afirma que existem universidades portuguesas que fazem uma interpretação diferente da UC do tratado  de amizade de Porto Seguro, entre elas, a Universidade do Porto.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

No final da reunião a APEB espera ter um documento com propostas de alteração para entregar na Reitoria. Na UC mais de 2000 estudantes são oriundos do Brasil.

Isabel Simões

3
22
11
0
GMT
GMT
+0000
2018-05-23T22:11:26+00:00
Wed, 23 May 2018 22:11:26 +0000