17/08/17

Voluntários do Corpo Europeu de Solidariedade chegam a Itália

Hoje (17) é o dia em que o primeiro grupo de voluntários do Corpo Europeu de Solidariedade chega a Núrsia, em Itália, para apoiar na reparação e reconstrução dos serviços sociais locais afetados pelos sismos que atingiram a região no verão de 2016.

A RUC visitou a Comissão Europeia no passado mês de junho e ficou a conhecer o novo mecanismo europeu de solidariedade. Conversámos com o porta-voz da Comissão Europeia para a Política de Coesão, Johannes Bahrke. O responsável explicou como surgiu o dispositivo, idealizado por Jean-Claude Juncker no discurso do Estado da União de setembro de 2016.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O projeto é destinado a jovens dos 17 aos 30 anos e os participantes têm de já estar vinculados a uma organização de voluntariado parceira do Corpo de Solidariedade, que os encaminha para o programa. A “missão social” pode ser realizada em vários países mas também no de origem.

Os jovens inscrevem-se online, atravessam um processo de seleção e podem ser integrados em projetos que vão desde a ação social até ao auxílio em desastres naturais, como é o caso de Núrsia.

A participação tem três níveis: voluntária, profissional ou de estágio, como explica Johannes Bahrke.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Os voluntários que chegam hoje a Núrsia vêm da Áustria, França, Grécia, Hungria, Espanha e Portugal, segundo comunicado da Representação da Comissão Europeia em Portugal. O projeto que agora começa leva o primeiro grupo de voluntários à região e é um dos três selecionados para intervenção do Corpo Europeu de Solidariedade nas regiões italianas afetadas por sismos.

No total, 230 membros do Corpo Europeu de Solidariedade devem apoiar, até 2020, as comunidades italianas atingidas pelos sismos, estando ao seu dispor, até lá, quase 800 mil euros destinados aos projetos.

Pode saber mais ou juntar-se aqui.

Camila Vidal

1
1
09
0
GMT
GMT
+0000
2018-05-21T01:09:26+00:00
Mon, 21 May 2018 01:09:26 +0000