14/04/15

Câmara de Coimbra propõe baixar os valores dos níveis de alerta de cheia

O Plano Municipal Especial de Emergência de Cheias e Inundações”, esteve ontem (13) em debate público, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com a participação de diferentes responsáveis pela protecção civil da cidade.

À margem da discussão o presidente da Câmara de Coimbra Manuel Machado prestou declarações aos jornalistas.

As inundações em 31 de Janeiro em Cabouco, povoação do vale do Ceira, na periferia de Coimbra, revelaram que a bacia hidrográfica do Mondego e a sub-bacia hidrográfica do Ceira são  muito irregulares e vulneráveis às variações pluviométricas e descargas das barragens, sublinhou o autarca.

Depois da construção de uma nova barragem no Alto do Ceira torna-se necessário monitorizar as águas que chegam ao Mondego.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O edil da cidade defendeu também o ajustamento dos níveis de alerta para situações de cheia nos rios Ceira e Mondego a caudais inferiores aos que estão em vigor bem como o reforço da monitorização do rio Ceira.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O Plano Municipal de Emergência de Cheias e Inundações vai ser apresentado no âmbito da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, aos concelhos vizinhos.

Isabel Simões (com Agência Lusa)

3
21
15
0
GMT
GMT
+0000
2019-07-17T21:15:09+00:00
Wed, 17 Jul 2019 21:15:09 +0000