HISTÓRIA DA RÁDIO UNIVERSIDADE DE COIMBRA

1 de Março de 1986 é a data simbólica que marca os aniversários da Rádio Universidade de Coimbra, naquele que é também o dia da Universidade. No entanto, as origens desta secção cultural da Associação Académica de Coimbra mergulham na década de 40.

A RUC herdou do passado uma forma muito especial de fazer rádio, e é hoje um órgão de comunicação social único pelo seu papel formador e inovador.

Como tudo começou

Na década de 40, o Centro Experimental de Rádio, que era então uma das secções da Associação Académica de Coimbra, começou a formar técnicos e locutores. Foi por essa altura que, com as condições possíveis, se iniciaram emissões regulares. A difusão era feita em circuito interno e destinava-se às cantinas universitárias, sendo também ouvida na cidade.

Nasceu assim o sonho de criar uma rádio estudantil, até porque uma experiência anterior já tinha dado os seus frutos, à qual tinham chamado Rádio Universidade.

Durante vários anos, a RDP Emissora Nacional concedeu algum do seu tempo de antena aos estudantes. Estes preparavam, realizavam e gravavam os seus programas nos seus próprios estúdios, em fita magnética, para posterior divulgação no centro regional da RDP em Coimbra.

A concretização de um sonho

Os primeiros passos para a criação da Rádio Universidade de Coimbra que temos hoje foram dados em 1982, com a obtenção de meios técnicos capazes de garantir emissões regulares, nos 100 MHz. Deu-se também início ao processo de legalização, formalizado com um Pedido de Licenciamento de uma Estação Emissora, em 14 de Novembro de 1983.

No dia 1 de Março de 1986 foi criada a Rádio Universidade de Coimbra que anunciava os seguintes objectivos:

– Incentivar e dar formação radiofónica aos estudantes da Academia interessados em fazer Rádio, contribuindo para o aparecimento de novas formas de criatividade radiofónica, sendo sempre um espaço aberto ao experimentalismo.
– Desenvolver esforços conducentes à obtenção do Estatuto da RUC com a consequente atribuição da licença de radiodifusão.
– Cooperar com todas as estruturas da A.A.C. e Associações do país.
– Dar divulgação da Vida Académica (Avisos, Reuniões, Horários, Mapas de Exames, etc.).
– Contribuir para a crítica construtiva e contínua à Instituição Universitária.
– Fomentar o relacionamento entre os estudantes e a população de Coimbra.
– Divulgar os problemas e temas sobre educação, assim como temas e aspectos de índole mais geral.
– Apreciar criticamente todos os aspectos da actualidade local, nacional e internacional.
– Fazer informação completa, apoiada no rigor, isenção e objectividade.

A partir de 10 de Dezembro de 1986, começaram a ir para o ar os primeiros serviços noticiosos com carácter regular, que eram ouvidos após os sinais horários, entre as 21h e as 2h.

O alvará chegou finalmente em Setembro de 1988, data a partir da qual a RUC começou a emitir na frequência dos 107.9 FM durante 24 horas por dia. Se já era uma das poucas Escolas de Rádio do país, a Rádio Universidade de Coimbra tornou-se também o primeiro órgão de comunicação social inteiramente composto e gerido por estudantes universitários.

Uma história de sucesso

Desde então, a RUC tem cimentado as suas actividades em quatro frentes: formativa, informativa, académica e cultural:

Formativa
– Com cursos periódicos de formação e reciclagem para locutores, redactores/locutores e técnicos. De acordo com o seu aproveitamento, estes integrarão ou não o efectivo da RUC. A RUC tem prestado realização de programas didácticos em colaboração com vários organismos (Alliance Française de Coimbra, o já extinto Goethe Institut de Coimbra, Instituto para a Defesa do Consumidor, Associação de Consumidores de Portugal, Administração Regional de Saúde, Amnistia Internacional, Instituto de Desenvolvimento e Inspecções das Condições de Trabalho, e várias entidades ligadas à Universidade de Coimbra).

Informativa
– Através da divulgação do dia-a-dia da Universidade, da Cidade e da Região Centro. A RUC é um espaço priveligiado para o debate de questões académicas, associativas, e da educação em geral. É também um espaço de eleição para o desporto universitário e regional, emitindo em directo desde 2001 todos os jogos da Académica. A investigação jornalística foca problemas que afectam os estudantes, mas também dá destaque aos direitos humanos, direitos dos consumidores e à ecologia.

Académica
– A cobertura de todas as manifestações relacionadas com a Universidade de Coimbra, foi, é, e sempre será, uma preocupação da RUC. São feitas transmissões das aberturas solenes das aulas, serenatas e saraus académicos, noites do parque, assembleias magnas, processos eleitorais para os corpos gerentes da AAC, reuniões do Senado Universitário, etc..

Cultural
– Com uma programação musical de qualidade inegável, nas suas várias topologias, a RUC divulga ainda as mais diversas actividades culturais quer em Coimbra, quer no resto do país, com programas dedicados ao teatro, cinema, literatura. Nelas se contam a transmissão e organização de concertos e espectáculos (António Pinho Vargas, Rui Veloso, John Zorn, Ikue Mori e Mike Patton, Mão Morta), organização de festas populares, de Mostras de Música Moderna, recitais de poesia com o actor João Grosso (homenagem a Miguel Torga e aos poetas do orfeu), acompanhamento das Jornadas Lusófonas e os Encontros de Fotografia.

Internet
É também pela internet que as ondas dos 107.9FM conseguem chegar aos vários cantos do mundo. A emissão online está disponível para os nossos ouvintes mais distantes.

6
2
55
0
GMT
GMT
+0000
2014-11-01T02:55:58+00:00
Sat, 01 Nov 2014 02:55:58 +0000