23/01/18

Francisco Queirós: “Temos que fixar serviços na baixa”

O comentário do Alvorada de hoje esteve a cargo de Francisco Queirós, vereador da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) com o pelouro da habitação.

Decorreu ontem a segunda reunião de 2018 do executivo da Câmara Municipal de Coimbra (CMC). Francisco Queirós levantou algumas preocupações com o desassoremento do rio Mondego. No entanto, o presidente da Câmara Municipal de Coimbra assegurou que todos os possíveis problemas estão a ser acautelados e monitorizados.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Na reunião camarária de ontem foi proposta pelos vereadores do movimento Somos Coimbra a criação de uma sala de estudo aberta durante 24 horas na baixa da cidade. Francisco Queirós sublinhou que o problema da baixa não se resolve com medidas avulsas e apontou outras áreas de intervenção urgentes.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Dois anos depois da entrada em vigor da nova Lei da Adoção, metade das crianças nas instituições continua por adotar. A grande parte das crianças para adoção têm mais de seis anos, no entanto a maioria dos possíveis pais adotivos prefere crianças até aos 6 anos. Francisco Queirós sublinhou a necessidade da adoção e da criação de políticas de incentivo à natalidade, num país cada vez mais envelhecido.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Começou a reflorestação do Pinhal de Leiria, devastado em grande parte pelos incêndios de 2017. A reposição está a ser feita com recurso a sobreiros em vez de pinheiros. Ontem foi reportado que o incêndio de outubro teve origem criminosa. Francisco Queirós considera que, apesar da mão criminosa, a falta de guardas florestais contribui em grande parte para os efeitos devastadores do incêndio.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

No final do Alvorada, Francisco Queirós deixou aos ouvintes da RUC a sugestão de irem visitar à Casa Municipal da Cultura a exposição sobre Fernando Taborda.

O Alvorada de hoje contou ainda com a rubrica “Cilindro de Ciro”, uma parceria com a Secção de Defesa dos Direitos Humanos da Associação Académica de Coimbra (SDDHAAC).

Joana Gomes

6
19
21
0
GMT
GMT
+0000
2018-02-17T19:21:14+00:00
Sat, 17 Feb 2018 19:21:14 +0000