17/01/18

Concurso Internacional de Comunicação Científica apresenta-se em Coimbra

O FameLab, concurso internacional de comunicação científica, foi apresentado em Coimbra, no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra (UC), esta tarde. Em Portugal, o FameLab é organizado pela Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Cientifica e Tecnológica e pelo British Council, em parceria com oito universidades e centros Ciência Viva de todo o país.

A representar a Universidade de Coimbra, o vice-reitor, Amílcar Falcão considerou a colaboração da UC como “muito importante”.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Para concorrer os participantes têm de ter mais de 18 anos e basta inserirem um pequeno vídeo que não dure mais de três minutos, sobre uma temática científica, na plataforma do Centro de Ciência Viva até dia 7 de fevereiro. A gestora do projeto Famelab por parte do British Council, Fátima Dias, explicou que os objectivos passam por encontrar bons comunicadores de ciência de todas as idades e dar-lhes formação.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Dia 14 de fevereiro acontece a final regional em Coimbra no Museu da Ciência na Sala Gonçalves Guimarães, a partir daqui vão ser selecionados três a quatro comunicadores que vão à semifinal no Porto, em final de Março. O aluno de bioquímica da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, David Bidarra foi o representante de Portugal em 2017 na final no Reino Unido. David Bidarra deixou algumas recomendações a futuros concorrentes e contou sobre o melhor da experiência. 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Este ano, eliminatórias regionais vão passar pela UC, onde os candidatos vão ser  avaliados por um júri que inclui Cláudia Cavadas, investigadora do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC), Carlos Fiolhais, do Rómulo – Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra,  Carlota Simões, do Museu da Ciência,  e Paulo Trincão, do Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra. Paulo Trincão afirmou não gostar muito de concursos mas salientou a importância do FamLab, um concurso que já foi apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A final de 2018 em Portugal vai realizar-se a 12 de abril, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, ao mesmo tempo que a National Gegrafic realiza uma cimeira. Criado em 2005 pelo Cheltenham Science Festival, o FameLab conta com o apoio do British Council e está presente em mais de 30 países. Este ano a finalíssima internacional acontece de 5 a 12 de junho em Cheltenham no Reino Unido.

Isabel Simões

5
6
12
0
GMT
GMT
+0000
2018-02-23T06:12:44+00:00
Fri, 23 Feb 2018 06:12:44 +0000