8/10/17

FdL’17: Mimicat atuou no palco onde já foi espectadora nas filas da frente

Ao quarto dia das noites do parque, Mimicat, Rui Veloso e Bezegol ganharam o palco.

Após a Imperial TAFFUC e as Mondeguinas terem dado o pontapé de saída aos concertos em mais uma noite das Festas das Latas 2017, foi a vez da conimbricense Mimicat entreter o público presente no Parque da Canção. A artista falou das suas memórias das festas académicas em Coimbra e dos concertos a que assistiu ao longo dos anos nas margens do rio Mondego. Um concerto de Jorge Palma é das memórias mais vívidas que tem.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Mimicat é o nome de perfomer de Marisa Isabel Lopes Mena. A cantora e compositora falou aos jornalistas presentes na sala de imprensa sobre as raízes e influências da música que escreve e compõe. Jazz, blues, soul e r&b são inspirações importantes, mas Mimicat considera-se uma artista pop.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Depois do concerto da artista natural de Coimbra, a noite seguiu à moda do Porto, como Rui Veloso fez questão de dizer, com a presença de Veloso e Bezegol. O “pai” do rock português tocou os principais sucessos para gaúdio de uma plateia que cantou com ele do início ao fim. No final do concerto, Bezegol juntou-se a Rio Veloso para tocar o single Maria, música escrita e produzida pelo rapper e reggae. A noite continuou com Bezegol, desta feita sozinho, a manter a plateia fiel ao palco principal. Seguiu-se a Estudantina Universitária de Coimbra, na altura em que os estudantes já abandonavam o recinto ou se deslocavam para a tenda dos Núcleos, onde a festa continua. 

Tomás Cunha

3
1
26
0
GMT
GMT
+0000
2018-02-21T01:26:49+00:00
Wed, 21 Feb 2018 01:26:49 +0000