6/10/17

Elisabete Ramos: “O PSD esvaziou-se de ideias e de projetos”

O Alvorada da primeira sexta-feira de outubro, 6, contou com a presença de Elisabete Ramos, professora da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC), para o comentário à atualidade.

Na realidade local, a ilegalidade do sistema de videovigilância na Baixa de Coimbra efetuado pela PSP, que esteve em funcionamento entre 2013 e 2016 sem autorização, marcou o comentário. A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) descobriu a situação quando a PSP lhe dirigiu um pedido de autorização para usar o sistema, tendo a polícia admitido que a videovigilância esteve sempre em funcionamento, mesmo sem autorização. Entretanto, a CNPD vai abrir um processo de contraordenação que visa a PSP. Elisabete Ramos aponta a gravidade da situação e alerta para a importância da privacidade neste tipo de situações.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A nível nacional, o discurso de Marcelo Rebelo de Sousa nas comemorações oficiais do 5 de outubro marca a atualidade. Elisabete Ramos destaca a capacidade de síntese do discurso do Presidente da República e sublinha que a mensagem de apelo à convergência política teve vários remetentes.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A sucessão de Pedro Passos Coelho na liderança do PSD marca as primeiras páginas dos jornais de hoje. Luís Montenegro já se afastou e a corrida parece seguir a três, com Pedro Santana Lopes, Paulo Rangel e Rui Rio. A professora da FEUC, não conseguindo perceber qual dos três terá mais potencial para avançar, alerta para o momento que o PSD atravessa. A sucessão ao “discurso da troika e do diabo”, linhas que marcam as intervenções de Pedro Passos Coelho, é o desafio, numa altura em o partido se “esvaziou de ideias e de projetos”.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Na esfera internacional, a independência da Catalunha continua a marcar a agenda política com grande destaque. As consequências do referendo promovido pela Generalitat no passado domingo provocam já efeito na Banca. Ontem, o Banco Sabadell mudou a sede social para Alicante e o CaixaBank toma hoje “importantes decisões” em reunião. Elisabete Ramos alerta para a importância na mediação neste tipo de situações e sublinha que o papel do Ministério dos Negócios Estrangeiros português deve ser “de extrema cautela”.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

No Alvorada de hoje houve também tempo para discutir as negociações do Orçamento do Estado para 2018 e do impacto dos resultados autárquicos neste processo; a demissão da diretora do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Luísa Maia Gonçalves e a consequente fragilização do Ministério da Administração Interna; e ainda para uma reflexão sobre a eleição de 32 mulheres como presidentes de autarquias, num total de 308 municípios.

O comentário à atualidade pode ser ouvido na íntegra aqui.

Ana Morais

3
1
28
0
GMT
GMT
+0000
2018-02-21T01:28:26+00:00
Wed, 21 Feb 2018 01:28:26 +0000