12/09/17

‘Cidadãos por Coimbra’ critica gestão do Convento de S. Francisco

O movimento Cidadãos por Coimbra (CpC) convidou ontem os jornalistas para uma conferência de imprensa onde a deputada municipal, Catarina Martins, e o candidato à autarquia pelo CpC, Jorge Gouveia Monteiro, assim como outros membros do movimento, manifestaram a sua preocupação com dois equipamentos culturais da cidade, a situação do Teatro da Cerca de São Bernardo e a gestão do Convento são Francisco.

O protocolo entre a Câmara Municipal de Coimbra (CMC) e a companhia Escola da Noite que ocupa o Teatro da Cerca de São Bernardo, propriedade do município, está por assinar por desencontro entre a vereadora da cultura, Carina Gomes. A deputada municipal lembra.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Quanto ao Convento São Francisco, a situação em que se encontra é motivo de preocupação para o CpC. Segundo o movimento, o contrato com a empresa do programador João Aidos termina a 30 de setembro, sem se vislumbrar qual a solução de por parte da câmara municipal de Coimbra.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Em conferência de imprensa na sede do CpC, defendeu-se ainda a necessidade de conhecer e debater as contas do primeiro ano de funcionamento para verificar se o equipamento “está ou não a cumprir o serviço público”.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Catarina Martins fez questão de deixar bem claro realça que o movimento foi a única a propor um modelo de gestão para o Convento de São Francisco. A líder da bancada do CpC na assembleia municipal alerta para a importância de uma correta administração do edifício.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Apesar da proposta feita, não foi recebida qualquer resposta por parte do atual executivo. A deputada lembrou que o contrato de gestão em vigor expira dentro de pouco tempo, no dia 30 de setembro, e que esse facto pode levar a um aumento dos custos para a CMC.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Catarina Martins reitera que o atual executivo camarário não divulga de forma clara o balanço financeiro da infraestrutura. O elemento do CpC dá um exemplo da falta de transparência nas contas do Convento de São Francisco.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Para o período que se seguir às eleições de 1 de outubro, o movimento liderado por Gouveia Monteiro pretende promover uma auditoria à averiguação das despesas de funcionamento bem como da receita do equipamento. O CpC pretende ainda conhecer a situação dos funcionários do convento, nomeadamente no que diz respeito às suas condições de trabalho.

André Pinheiro, Isabel Simões e Pedro Silva

6
8
17
0
GMT
GMT
+0000
2017-11-18T08:17:00+00:00
Sat, 18 Nov 2017 08:17:00 +0000