14/06/17

RUC @ NOS Primavera Sound 2017

Pelo sexto ano consecutivo, desde que o mítico Primavera Sound de Barcelona resolveu criar um irmão mais novo nas margens do Atlântico, regressámos ao parque da cidade, cumprindo o já ritual primaveril.

Ao longo destes seis anos reconhecem-se mudanças, percebe-se como evolui o público, o cartaz e as tendências que, desde então, se foram subtilmente alterando. Percebe-se por exemplo um afastamento digno da edição de Barcelona, que assistiu ao maior boom da sua história nos últimos 5 anos. Em Barcelona batalha-se hoje por um equilíbrio entre a sustentabilidade da sua identidade e a gentrificação do próprio festival, mais um recanto da cidade vedado aos próprios habitantes que o tornavam única. Enquanto isso, no Porto a identidade e magia do Parque mantém-se, imaculada com a quase ausência de lixo, o cuidado com o espaço e público, e apesar das filas que se fizeram notar este ano, sentiu-se ainda a imensa tranquilidade a que já nos habituaram estes dias. Contrastando com o electrizante festival catalão, o NOS Primavera Sound é um oásis no meio do mundo frenético.

Ao mesmo tempo compreende-se também a alteração dos matizes do cartaz, que acompanham o movimento de mentes musicais. Se no início a matriz rock que caracterizava o festival se mantinha forte na programação, este ano concretizou-se o triunfo dos movimentos ligados, directa ou indirectamente, ao RnB, ao Hip Hop e à música de dança. Longe dos grandes concertos de multidões e fogos de artifício, o Primavera continua a ser uma mostra de grandes mentes musicais em acção, com a liberdade para nos concederem a viagem que desejam.

Warm Up 

© Hugo Lima

Dia 1

© Hugo Lima

Dia 2

© Hugo Lima

Dia 3

© Hugo Lima

1
15
07
0
GMT
GMT
+0000
2017-10-23T15:07:17+00:00
Mon, 23 Oct 2017 15:07:17 +0000