16/10/11

15 de Outubro: as frases de revolta voltam a sair à rua

Mais democracia participativa, transparência nas decisões políticas e o fim da precariedade de vida, são as três principais reivindicações que estão na base do protesto internacional em várias capitais mundiais que marcou o dia 15 de Outubro de 2011.

Ontem as ruas de 82 cidades espalhadas pelo mundo estiveram cheias de ”indignados”. Os motivos da contestação eram vários, desde a crise à exigência de democracia para todos.

Em Portugal, os cidadãos saíram à rua em vários pontos do país e a Rádio Universidade de Coimbra acompanhou em directo a acção de protesto em Coimbra.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Neste momento, os manifestantes estão reunidos novamente em Lisboa, para a realização da nova Assembleia aprovada ontem durante a Assembleia Popular que marcou o final da manifestação que se iniciou às 15h de ontem, dia 15 de Outubro,  no Marquês de Pombal.

Uma das frases que marcou esta acção de protesto apartidária foi “Ai Portugal, Portugal, de que é que estás à espera?”, numa alusão às revoluções ocorridas no Egipto, na Tunísia e também na Líbia.

 

Catarina Ribeiro

Fotografia de Marta Poiares

5
6
00
0
GMT
GMT
+0000
2018-02-23T06:00:02+00:00
Fri, 23 Feb 2018 06:00:02 +0000